MegaTour Endurance Series 2011 - 1ªEtapa - Coreto Amora - 5JAN11




Rescaldo desta trip lunatica
Depois de umas mentes com problemas de afirmação social pensarem um pouco sobre os seus enigmas pessoais e do problema do arroto, chegaram à conclusão que tinha que fazer uma coisa mesmo parva para se sentirem de igualdade com a sociedade. Pensou-se em ir plantar couves de Bruxelas em Centros Comerciais, ou colocar sanitas no meio das auto-estradas, mas não. O plano era ir na mesma onda da sociedade, ou seja, infringir as leias à descarada. Durante 12 vezes no ano de 2011, vamos tentar ser o mais ilegais possível. Vamos tentar evadir locais onde o controle é apertadíssimo e a Policia está sempre de olhão. Dia 5 JAN 2011 foi o arranque da MegaTour Endurance Series. Nada melhor que arranjar um local fechado a cadeado mesmo à frente onde passam milhares de pessoas. O Coreto da Amora foi o local escolhido. Com uma bela vista nocturna para a Baia do Seixal e condições únicas dentro do Coreto (obrigado por deixarem a luz ligada) para a realização do evento, o sitio era perfeito. Como era a 1ªetapa sabíamos que não iria aparecer muito clientes, mas mesmo assim, para uma dia chuvoso e de Inverno, a participação foi muito superior ao esperado, apesar de alguns Cromos do Endurance dizerem que apareciam e baldaram-se à ultima hora. Existia uma Taça para ganhar. A Boneca Insuflável fugiu com o Homem Insuflável para Monsanto para fazerem Bicos Insufláveis e nós ficamos a chupar no dedo. Lá arranjamos um Bule Mítico dado no Natal por umas das Tias do JorgeMariaBolacha. Essa era a Taça a ganhar. JorgeMariaBolacha, Ricky Rock, Pão-Mole, Marco Cosme e Luis Romão apareceram ao chamamento. Estava tudo ansioso. Era mesmo à gangster. Tentamos cortar os cadeados com um cota unhas, mas não deu. Tivemos que saltar as grades com muito material às costas. Foi a adrenalina total, ainda mais que a Policia tinha lá estado minutos antes, mas mandamos os baris bugiar para o bugio. Depois de termos montado o material estava tudo pronto para 3 horas de pura ……. Dureza. O tempo estava maravilha. Estava 14ºgraus e chovia às prestações, o que era bom para arrefecer a junta da cabeça. Às 20h02m em ponto deu-se a partida. O ritmo era de loucos. Rapidamente chegamos ao Seixal, depois à Alcochete, Portalegre, Madrid, Brandoa, Jamaica, Cuba, Pipo, Fabrica de fogões e acabamos por cortar a meta em Famões a beber um abatanado (Famões, Feijó e Abatanado são os nomes mais pirosos de sempre). Alguém chamou a atenção “baril, estamos a fazer rolo, não vamos para lado nenhum”. Yap. O delírio já era enorme. Todos olhavam para o Bule e todos o queriam. Todos pedalavam mais rápido possível. Existiram mesmo participantes a aproveitarem-se da rodas do outros. É pá, aquilo foi batota. Ir na roda …. Quem sofreu foi quem cortava o vento. Marco aguentou o pelotão até onde pode, depois viram as desculpas do costume. “Onde é que está o comando da televisão?”, “a luz está acesa, tenho que a ir desligar”, “filha está triste?, queres que vá ter contigo?”, “Tenho uma lasanha no forno, deve estar a queimar”. Qualquer desculpa servia para se tentar livrar de acompanhar o pelotão naqueles trilhos espectaculares o longo da baia do Seixal. JorgeMariaBolacha também andava na tanga. “Tenho que tirar umas fotos”, “tenho que ir comer”, “tenho que ir ver a boa que está ai no bar a fazer a dança do varão”. Enquanto isso Luis Romão e Pão-Mole concertavam-se no Bule e pedalavam a ritmos alucinantes. O ritmo já não era à velocidade da Luz, mas sim à velocidade da Apagão. O Romão estava louco. Fazia sprints de longa duração. Mas mais tarde confessou que estava a treinar para quando a Policia viesse. Assim era mais fácil dar de fuga. Pão-Mole continuava na dele, sem parar com um ritmo muito certinho. Ao fim de uma hora todos tinha exactamente os mesmo kms. Mas a segunda hora foi onde se dividiu as aguas. Quem ficou à borda do coreto apanhou uma grande molha, ou outros nem por isso. Bolacha depois de comer uma MegaPizza , fixou o Bule e arrancou à abrir para a frente do pelotão. Achou estranho que a recta à sua frente nunca mais acabavaa. Depois de termos assistido a vários passantes com cara de parvos a olhar para nós e nós todos borrados porque poderiam ser da Pide, passou a policia de carro a dizer adeus. Mas o que isto pá!. Já não existe Policia em Portugal como antigamente. Assaltamos as cenas e ainda nos dizem adeus ??????. E nós à espera de ir dentro para fazer a ultima hora da 1ªetapa no quentinho de uma cela. Isso não se faz. Desde já fica marcada uma greve geral do pessoal do Rolo para dia 30 de Fevereiro à frente da PSP de Arneiros de Cima. Estávamos nos últimos 15 minutos da competição. Todos estávamos muito perto uns dos outros em termos de kms. Todos davam o máximo, apesar das pernas estarem a ganir e a chamar pela mãe. Todos queria ganhar o Bule. Ao fim de 3 horas tocou a campainha e fomos ver quem era. Era a carteira. Como não tocou três vezes não levou nenhum tratamento, apesar do Marco estar de dentes afiados. Mas só os dentes porque todo o resto do corpo já tinha morrido à muito tempo. Foram 3 horas espectaculares a pedalar e mais uns trocos na preparação. Temos que dar um grande abraço ao Serrano que apareceu por lá, mas como não tinha rolo, fez duas horas à volta do Coreto e foi para o hospital Garcia da Horta de ambulância de seguida. E agora perguntam vocês. Quantos kms conseguiram fazer em 3 horas de rolo? Toma lá a classificação da espectacular 1ªEtapa MegaTour Endurance Series.


Na classificação todos os 10 primeiros tem pontos de 10 a 1
Bonificação de 1 ponto para quem faz as 3 horas completas

Classificação da 1ªEtapa - Coreto Amora - 5JAN11
1º - JorgeMariaBolacha – 11 Pontos (10+1) (3horas – 105.5Kms)
2º - Joaquim Pão-Mole – 10 Pontos (9+1) (3horas – 103.9 Kms)
3º - Ricky Rock – 9 Pontos (8+1) (3horas – 89.7 Kms)
4º - Luis Romão – 8 Pontos (7+1) (3 horas – 77.9 Kms)
5º - Marco – 7 Pontos (6+1) (3 horas 66.7 kms)

Classificação Geral MegaTour Endurance Series após a 1ªetapa
1º - JorgeMariaBolacha – 11 Pontos (3horas – 105.5Kms)
2º - Joaquim Pão-Mole – 10 Pontos (3horas – 103.9 Kms)
3º - Ricky Rock – 9 Pontos (3horas – 89.7 Kms)
4º - Luis Romão – 8 Pontos (3horas – 77.9 Kms)
5º - Marco – 7 Pontos (3horas - 66.7 kms)

O JMB Ganhou o Bule à rasca.
Neste momento retirou o sofá da sala e colocou o Bule no meio da mesma.
Foi o maior troféu da sua carreira. Foi pena ter apanhado a Carreira 42 quando era Junior. Se tivesse apanhado a Carreira 28 para Belém, poderia ter muito mais troféus.
O Bule é a Taça Oficial da MegaTour Endurance Series

By JMB in  http://mb-mariabolacha.blogspot.com/2010/12/megatour-endurance-series.html

2 comentários:

J09 disse...

Isso é que foi um mega inchanço... Até ficaste desfigurado.

MariaBolacha Produções disse...

Pá, tens que fazer copy paste das cenas/cronicas dos outros ;) Ou menos mete o nome de quem escreveu ... ;) Siga